Oração do bebê que emociona todas as mães



Quando eu estava no começo da gravidez, lá pelas 7 semanas, uma amiga minha me passou o vídeo de uma música do YouTube "ouve isso que duvido que você não chore, é muito emocionante". Ela tinha acabado de ter bebê e disse que cantava todo dia essa música para ele, desde a gestação. Pensei "ok, vou ouvir", mas sem qualquer expectativa. Nunca fui uma pessoa de me emocionar muito com músicas, precisa(va) de muito para me fazer chorar. Depois de trinta segundos de música eu já estava a cara da grávida emocionada! Hahahahaha. Hoje, com 33 semanas, não tem uma vez que eu não coloque ou até leia a letra dessa música e não chore.



É uma música da Barbara Dias, chamada "Oração do Bebê". Passa pelos 9 meses da gestação, o eu lírico é o próprio neném contando para mãe cada momento. Ela identifica os períodos que passamos durante a gravidez e é impossível quem já engravidou na vida não se identificar com nada. Além de tudo, o ritmo é delicinha e a voz da cantora é muito boa. Aperta o play e se prepara para borrar a maquiagem loucamente.






Eu sei, essa música é mágica! <3


Nesse momento eu estou nessa fase:


"Oitavo mês aguenta
Que eu já to chegando
Só quero um jeito de te encontrar"

Passe para a sua amiga grávida que com certeza vai adorar! Para ter ideia, o vídeo tem mais de 20 milhões de visualizações! 


Até minha mãe que teve a última filha há 30 anos chorou! Hahahaah


Para acompanhar o canal da Bárbara, clica aqui,



Sobre ser preciso de uma vila para se criar uma criança




Dizem que é preciso de uma vila para se criar uma criança. Então por que a paternidade e a maternidade são tão solitárias hoje em dia?



Um fato é claro, nós nunca gostamos de gente se intrometendo na nossa vida. Chegamos ao ponto da nossa vida em sociedade onde todo mundo tem opinião sobre tudo - mas nunca pode ser sobre o nosso dia a dia. Não suportamos qualquer tipo de intromissão. Isso já começa quando estamos grávidas. Não importa a boa vontade da pessoa, se vier com conselho para cima da nossa barriga, já temos um pé atrás.



É comum a criança nascer e os pais se isolarem em seus cuidados. Há um tempo atrás, nem tanto tempo assim - podemos pensar até nos anos 90 -, era mais comum ter a presença constante de vizinhos e parentes dentro de nossa casa. Quando uma criança nascia, se tornava responsabilidade de todos. Os pais, obviamente, são os responsáveis mór. Mas era possível contar com os avós, tios, primos e vizinhos nos cuidados com aquele ser que estava começando a conhecer o mundo. Celular era coisa para poucos, internet não servia muito para lazer e a maioria dos contatos era feita por telefone ou pessoalmente. As pessoas estavam mais próximas fisicamente. 



Hoje em dia, falamos com todos o tempo todo. A distância virtual basicamente não existe. Mas a distância física está cada vez mais presente. As pessoas ficam sabendo que uma criança nasceu a partir de uma postagem do Facebook. Pedem notícias por whatsapp. Postergam cada vez mais fazer algum tipo de visita, afinal, recebem todos os dias atualizações sobre o desenvolvimento do bebê. Enquanto isso, a mãe e o pai veem seu mundo se fechar dentro da sua casa. Estão vivendo um momento especial, mas dividido com quase ninguém. A maternidade se torna algo solitário que mãe compartilha com grupos de desconhecidos nas redes durante sua licença, em uma tentativa de não surtar - ou de achar empatia e vivências semelhantes. O pai volta para esse universo cada vez mais tarde, em um mundo no qual é preciso se passar muito mais tempo do que se gostaria no trabalho. Seja por necessidade, seja por fuga do papel que ainda não aprendeu a assumir. E toda aquela aldeia que cuidava de uma criança na década de 90 não existe mais. Não conhecemos nossos vizinhos, os pais moram longe e têm sua vida pessoal para cuidar, os sogros você arranjou alguma briga no início na gravidez e mal visitam a criança. Nisso, sobra a mãe, sozinha nos cuidados com o bebê. Cheia de dúvidas que o universo virtual só ajuda a aumentar.



É preciso de uma vila para se criar uma criança pois educar um novo ser humano não é fácil. É preciso dedicação, cuidados, exemplos. É preciso amor, carinho e tempo. É preciso entender que o filho é nosso, mas o criamos para o mundo. Ele será cidadão do mundo assim que desgarrar da gente e precisa entender com diferentes pessoas como se portar. Em uma vila heterogênea, a criança aprende a reconhecer atitudes diversas, aprende a se portar, aprende a conviver. Em um universo formado apenas por seu pai e sua mãe, uma criança tem seu universo limitado tanto quanto seus pais têm seu convívio social. Se os pais precisam de alguém para dar uma força quando eles querem fazer programas de adulto, a criança precisa de alguém em quem possa confiar para ficar nesse tempo. É preciso entender que avós, tios, amigos e vizinhos são figuras essenciais na criação de uma criança. Abrir os campos, os olhos, os braços. Aceitar os abraços e as tentativas de ajuda daqueles que mesmo em um mundo cada vez mais distante e julgador, ainda querem apenas nos ajudar. Pois não há uma receita de bolo exata para se criar um filho, mas podemos deixar que cada um que faz parte de sua vidinha traga algum ingrediente para ajudar a dar liga. Pelo bem da criança, pelo bem os pais, pelo bem da humanidade. Deixe a vila ajudar a criar seu filho. Isso não é delegar. É simplesmente aceitar que o ser humano não foi feito para viver sozinho. 



Nick Carter e Emma Bunton ressuscitam Boy Bands

Calma, não é mais uma série zumbi.

Se você cresceu nos anos 90, com certeza pegou o boom das boybands e foi fã do seu primeiro contato com girl Power e feminismo na vida. Os anos 90 foram da música pop e os Backstreet Boys e as Spice Girls dominaram mundialmente as paradas, em uma época no qual se tinha muito trabalho para se divulgar uma música e vender CDs - afinal, a internet estava engatinhando e os primeiros sinais de música online vieram no fim dos anos 90 (oi napster!).




Se você sente falta disso, sabe que de algum jeito tem um canal americano tentando voltar com esse barulho. A ABC está produzindo o reality show Boybands, que vai usar o know how de Nick Carter (BSB) e Emma Bunton (Spice), ao lado de Rita Ora, para serem mentores de meninos tentantes a uma vaga na música pop atual.




Lembram do programa Popstar, do SBT, que nos anos 2000 nos trouxe Rouge e Broz? Sim, sim, sim, algo nesse esquema!



O reality começa nesta quinta-feira e ainda não tem sinal se algum canal brasileiro irá transmitir - transmite gente!! Mas sempre podemos acompanhar pela internet. Na página do Facebook do programa divulgaram um trecho do Nick ensinando a coreografia de Backstreet's Back para alguns meninos. Que momento mágico, mundo!


Qualquer novidade eu venho correndo contar, mas obviamente já sou #TeamNick sem nem saber como funciona direito hahahah.




Sobre a magia das avós



Uma das coisas mais mágicas que inventaram na vida foi as avós. As avós são seres especiais, quase mitológicos. Elas carregam uma magia com elas que permeia a nossa infância, ultrapassa a adolescência e chega na vida adulta com aquele sabor gostoso dos tempos em que éramos crianças. 



Casa de vó tem um imã delicioso e cheiro de comida gostosa. Pensar na avó te remete a um tempo da sua vida no qual você não tinha nenhuma preocupação. Eu tive a sorte de ser premiada por 24 anos e meio da minha vida com a presença da avó perfeita. Sabe aquelas avós de novela? Aquelas que são tão fofas que você não consegue pensar em perder a paciência mesmo no ápice de seus hormônios juvenis? Eu tive.



Minha avó sempre foi muito preocupada com os netos. Era o braço direito, esquerdo, as mãos e os pés da minha mãe e da minha tia, pau pra toda obra com o maior amor. Olhava os netos como se estivesse olhando os próprios filhos. Abria sua casa para as mais diversas brincadeiras. Participava das brincadeiras. Dava broncas quando necessário, porque naquela época ainda deixavam as avós darem broncas. Deixava a gente bagunçar o quintal, a sala, a varanda, o quarto. Só não podia bagunçar os santinhos, claro, que tanto a apoiavam em suas diversas rezas pela gente. Minha avó dava atenção, dava colo, dava doces. Aqueles doces de infância mesmo. Se minha infância tem sabor de dadinho, dan top e chocolates de guarda-chuvinha, é por causa dela. Lembro de abrir o saco com a minha irmã e dividir dadinho por dadinho para ninguém sair na desvantagem. Sempre sobrava um. Os donos do dadinho nunca pensaram que dois irmãos poderiam querer dividir aquele saco?



Mas minha avó sempre se preocupou com a nossa saúde. Como boa avó, tinha os bolsos cheio de doces e o armário cheio de bolacha waffer. Mas não sossegava enquanto todos não comiam toda a comida que estava na mesa. E comida de vó tem um sabor especial, mas sempre pensa no lado nutritivo - mesmo nos anos 90, quando ainda se era permitido comer carboidratos e sobremesa depois do almoço. Então era aquele prato com feijão, arroz, polenta e carne moída acompanhado de salada de alface e tomate que só sua avó sabia fazer e temperar. E os pratos especiais? Aquele prato que você pensa que é basicamente um segredo de família, mas que infelizmente ninguém mais teve a capacidade de herdar o dom? Faz cinco anos que eu não como o melhor nhoque do mundo. Não sei se é a batata, a mão de vó ou o amor em nutrir seus netos, mas a minha avó sempre foi a responsável pelo melhor nhoque do mundo. E mesmo comendo aquelas coisas todas gordas de avó, a gente teve uma infância saudável, feliz e dentro do peso. Talvez porque tínhamos uma casa de vó para correr. 



Enquanto você cresce, a sua avó se torna aquele ser importante em todas as fases da sua vida. Ela precisa estar nos seus aniversários, nas suas formaturas de colégio e faculdade, conhecer aquele seu primeiro namorado sério - e o aval dela conta muito nessa hora -, ser a primeira convidada do seu casamento e estar lá na primeira fila te vendo entrar de noiva. Porque ela costurou um relacionamento afetivo com você sua infância inteira, esteve ali perto na adolescência e se torna figura essencial na sua vida adulta. Ela cuidou de você, cozinhou, rezou, amou, torceu, comemorou. Ela foi sua mãe com açúcar e sempre teve orgulho da pessoa que você se tornou. Ela se enxergava em você e você se enxergava nela. Cinquenta anos separavam vocês, mas você sabia que em algum momento em sua linha do tempo, se identificaria com ela. 



E talvez por isso perder a avó seja a primeira grande perda que temos na vida, quando as coisas acontecem de modo natural. A avó consegue ser uma figura tão humana e tão celestial ao mesmo tempo que é como se você sempre soubesse que um dia isso aconteceria, mas nunca esperava que esse dia chegasse. Porque você pode ter crescido, mas nunca é maduro o suficiente para lidar com a distância física de uma pessoa que se fez tão presente na sua vida. Sem tocar, sem abraçar, sem beijar. Você sabe que é a ordem natural das coisas. Mas não consegue não ser egoísta ao ponto de achar injusto perder esse ser tão importante no seu dia a dia. O tempo passa, a dor diminui, a saudade fica. A saudade fica e traz a certeza que a semente do amor plantada por aquela senhorinha simpática que tanto carinho tinha pela sua família permanece. E de certo modo, a figura dela continua presente. Porque avós são seres celestiais. E são eternas. Quase seres mitológicos. E ninguém consegue apagar da nossa vida uma das figuras mais importantes da nossa infância.





Homenagem a Dona Paula, melhor vó do mundo, que há cinco anos cuida da gente lá de cima! <3


Por dentro da história do Maurício de Sousa

Fãs da Turma da Mônica, começamos junho com uma ótima novidade: foi lançada a biografia do Maurício de Sousa!




Sim, o pai da turminha mais amada do Brasil tem agora a sua trajetória registrada em um livro. O criador da Mônica, que começou como repórter policial em um jornal e logo entrou no mundo encantado dos quadrinhos tem seus quase 60 anos de carreira retratados em uma biografia cheia de informações e inspirações. É a primeira biografia completa do autor. "Maurício - A história que não está no gibi" traz fotos do arquivo pessoal do quadrinista, conta seu processo de criação e sua trajetória pessoal e profissional.


O livro é da Editora Sextante, e conta com versão impressa e digital. A impressa custa R$ 49,90 e o e-book R$ 29,90. 


Você consegue mais informações na página da editora, que traz uma linhas lindas escritas pelo Maurício!

"Ideias mudam o mundo – poucos chavões são tão verdadeiros e inspiradores. Não mudei o mundo nenhuma vez. Mas, à minha maneira, acho que o melhorei um pouquinho ao gerar bons momentos, diversão e entretenimento para milhões de brasileirinhos. 
Raros são os autores, no Brasil e no exterior, que podem dizer que foram lidos com o mesmo prazer por avós, filhos e netos. Ou que carregam na bagagem a honra e o privilégio de saber que suas criações, com gibis ou livrinhos agindo como cartilhas informais, ensinaram pelo menos três ou quatro gerações a ler – disparado, meu maior orgulho. 
Em última instância, sou um sobrevivente, um homem que começou do nada, realizou seu sonho e não quer desistir dele de jeito nenhum. 
Enquanto eu estiver por aqui, saiba que foi você quem sempre alimentou meus sonhos. Depois que eu partir, não se esqueça de que ideias, e também sonhos improváveis, é que movem o mundo. De um jeito ou de outro, sempre estarei com vocês.”
Mauricio"

Fica de sugestão de presente para mim, mundo.



Disney On Ice volta ao Brasil em nova temporada

Para os apaixonados pelo mundo encantado da Disney, uma notícia maravilhosa: chegou ao Brasil uma nova temporada do Disney on Ice!



O musical no gelo que traz os principais personagens da Disney está em cartaz em São Paulo e voa para o Rio de Janeiro logo em seguida. Ele conta com Ariel, Bela, Anna, Elsa e tantas outras personagens que habitam a imaginação infantil e de muitos adultos! O blog foi conferir a apresentação para a imprensa e já adianta: vale a pena garantir o seu ingresso!







Os números são apresentados pelos personagens clássicos e trazem historias paralelas e costuradas com os novos queridinhos da Disney. Cheio de cenários coloridos, música contagiante - como bom programa da Disney - e figurinos bem elaborados, ele traz cenas muito bem ensaiadas e danças de cair o queixo de todo adulto que for acompanhar o seu pequeno. Há surpresas que prometem deixar todos admirados. Não vamos contar spoilers, mas anota a dica: você vai querer aprender a patinar no gelo depois dessa! 




A primeira sessão acontece neste fim de semana em São Paulo. Os ingressos podem ser comprados nos pontos de vendas oficiais e pela internet. Alguns já estão esgotados, mas ainda existem cadeiras disponíveis! Em São Paulo, o espetáculo acontece no Ginásio do Ibirapuera. Mesmo sendo de fácil acesso, vale a pena apostar em transporte público, táxi ou aplicativos para chegar ao local. Por ser uma região central, é mais fácil conseguir uma carona paga do que estacionar o carro!



Fica a dica de programa para todas as famílias e pequenos que tanto se encantam com os personagens de Walt Disney!

Estroncio já conferiu :P


Serviço:

DISNEY ON ICE – FESTIVAL MÁGICO NO GELO

SÃO PAULO – GINÁSIO DO IBIRAPUERA

Temporada: De 31 de maio a 11 de junho

Produção: Feld Entertainment

Realização: TIME FOR FUN

Local: Ginásio do Ibirapuera (Rua Manoel da Nóbrega, 1361)

Duração do espetáculo: Aproximadamente 2 horas

Classificação etária: Livre. Menores de 12 anos: Permitida a entrada acompanhados dos pais ou

responsável legal.

Atenção: Crianças de colo de até 1 ano (incompleto) não pagam.

Crianças acima de 12 meses é obrigatória a aquisição de ingresso para acessar o espetáculo.



Acesso para deficientes

Proibida a utilização de máquinas fotográficas, assim como aparelhos celulares.


SESSÕES E HORÁRIOS

- Quarta-feira 31/05: 20h

- Quinta-feira 01/06: 15h30 e 19h30

- Sexta-feira 02/06: 10h30, 15h30 e 19h30

- Sábado 03/06: 11h, 15h e 19h

- Domingo 04/06: 11h, 15h e 19h

- Quarta-feira 07/06: 19h30

- Quinta-feira 08/06: 15h30 e 19h30

- Sexta-feira 09/06: 10h30, 15h30 e 19h30

- Sábado 10/06: 11h, 15h e 19h

- Domingo 11/06: 11h, 15h e 19h


Ingressos:


BILHETERIA OFICIAL – SEM TAXA DE CONVENIÊNCIA

Citibank Hall - Av. das Nações Unidas, 17.955 - Santo Amaro – São Paulo (SP).

Segunda-feira – FECHADA

Terça-feira e Sábado – 12h às 20h

Domingo e feriados – 13h às 20h

- Meia-entrada: obrigatória a apresentação do documento previsto em lei que comprove a condição de

beneficiário: no ato da compra e entrada do evento (para compras na bilheteria oficial e pontos de

venda físicos) / na entrada do evento (para compras via internet).

LOCAIS DE VENDA - COM TAXA DE CONVENIÊNCIA

- Pontos de venda no link:

http://premier.ticketsforfun.com.br/shows/show.aspx?sh=pdv

- Pela Internet: www.ticketsforfun.com.br

FORMAS DE PAGAMENTO VÁLIDAS TICKETS FOR FUN

Internet:

- Cartões de crédito MasterCard, American Express, Elo Crédito, Visa, Diners Club.

Bilheteria e Pontos de Venda:

- Dinheiro;

- Cartões de Credito MasterCard, American Express, Elo Crédito, Visa, Diners Club e Hipercard;

- Cartões de débito Visa Electron, MasterCard débito, Elo Débito e Hipercard.

- Vale Cultura

Vendas a grupos

Confira condições especiais para vendas de ingressos a grupos em: grupos@t4f.com.br



RIO DE JANEIRO – JEUNESSE ARENA

Temporada: De 14 a 18 de junho

Produção: Feld Entertainment

Realização: TIME FOR FUN

Local: Jeunesse Arena (Avenida Embaixador Abelardo Bueno, 3401, Barra da Tijuca)

Duração do espetáculo: Aproximadamente 1h30

Classificação etária: Livre. Menores de 12 anos: Permitida a entrada acompanhados dos pais ou

responsável legal.

Atenção: Crianças de colo de até 1 ano (incompleto) não pagam.

Crianças acima de 12 meses é obrigatória a aquisição de ingresso para acessar o espetáculo.

Acesso para deficientes

Proibida a utilização de máquinas fotográficas, assim como aparelhos celulares.

SESSÕES E HORÁRIOS

- Quarta-feira 14/06: 20h

- Quinta-feira 15/06: 15h30 e 19h30

- Sexta-feira 16/06: 10h30, 15h30 e 19h30

- Sábado 17/06: 11h, 15h e 19h

- Domingo 18/06: 11h, 15h e 19h

Ingressos:

BILHETERIA OFICIAL – SEM TAXA DE CONVENIÊNCIA

Metropolitan: Av. Ayrton Senna, 3000 - Shopping Via Parque - Barra da Tijuca.

Segundas -feiras: FECHADA

Terças-feiras a sábados, das 12h às 20h

Domingos e feriados, das 13h às 20h

LOCAIS DE VENDA - COM TAXA DE CONVENIÊNCIA

- Pontos de venda no link:

http://premier.ticketsforfun.com.br/shows/show.aspx?sh=pdv

- Pela Internet: www.ticketsforfun.com.br

FORMAS DE PAGAMENTO VÁLIDAS TICKETS FOR FUN

Internet:

- Cartões de crédito MasterCard, American Express, Elo Crédito, Visa, Diners Club e Hipercard.



Bilheteria e Pontos de Venda:

- Dinheiro;

- Cartões de Credito MasterCard, American Express, Elo Crédito, Visa, Diners Club e Hipercard;

- Cartões de Débito Visa Electron, MasterCard débito, Elo Débito e Hipercard.

- Vale Cultura



Brasil, John Mayer está chegando! E Bruno ficará um pouco mais...

Este é um ano muito bom para shows internacionais! O que me deixa um pouco em desespero porque não é meu ano para ficar saindo de casa e indo em show de estádio, mas tudo bem, o mundo não gira em torno ao meu umbiguinho sem piercing hahahaha.


Além de todos os shows do Rock In Rio que acontecerão na cidade do Rock e farão com que as bandas visitem outras capitais brasileiras, outro queridinho dos fãs do pop (rock, blues, folk, country, depende do estado de espírito dele) americano confirmou sua vinda para o Brasil: John Mayer anunciou datas de shows em terras brasucas!




O cantor passará por São Paulo, Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre e Rio de Janeiro. Infelizmente não tem nenhum show no centro-oeste, norte ou nordeste (muitos artistas internacionais já estão incluindo capitais nordestinas nos shows, o que é um avanço já que o Brasil não se resume ao eixo Sul-Sudeste, não é?). Então, se você for desse pedaço do Brasil, lembre-se que será preciso ainda gastar com transporte e hospedagem. Eu já fui no Allianz Parque assistir show (Maroon 5 <3), então se fosse recomendar, diria para vocês tentarem ir nesse! O ambiente é ótimo, organizado e com uma ótima visibilidade!




São Paulo - 18/10 BH - 20/10 Curitiba - 22/10 Porto Alegre - 24/10 Rio de Janeiro - 27/10



Já temos inclusive informações sobre vendas de ingressos e valores! Fique de olho, porque alguns shows já começam a ser vendidos nesta sexta-feira! As informações foram tiradas da página John Mayer BR.

São Paulo – 18/10

Local: Allianz Parque
Data: 18/10
Valores:
Pista Premium BudZone – R$640,00
Pista Premium BudZone meia-entrada – R$320,00
Pista – R$320,00
Pista meia-entrada – R$160,00
Cadeira Nível 1 –R$440,00
Cadeira Nível 1 meia-entrada – R$220,00
Cadeira Superior – R$240,00
Cadeira Superior meia-entrada –R$120,00
Pre-venda: 02 de junho, 00:01h – Através do LivePass
Venda geral: 05 de junho, 00:01h Através do LivePass

Belo Horizonte – 20/10

Local: Esplanada do Mineirão
Data: 20/10
Valores:
Pista PremiumBudZone 1º lote – R$500,00
Pista Premium BudZone meia-entrada 1º lote – R$250,00
Pista 1º lote – R$240,00
Pista meia-entrada 1º lote – R$120,00
Pre-venda: 20 de junho, 10:00h – Através do LivePass
Venda geral: 23 de junho, 10:00h – Através do LivePass

Curitiba – 22/10

Local: Pedreira Paulo Lemiski
Data: 18/10
Valores:
Pista Premium BudZone – R$640,00
Pista Premium BudZone meia-entrada– R$320,00
Pista – R$400,00
Pista meia-entrada – R$200,00
Camarote – R$1.000,00
Camarote meia-entrada – R$500,00
Deck – R$400,00
Deck meia-entrada –200,00
Pre-venda: 03 de junho, 10:00h – Através do LivePass
Venda geral: 06 de junho, 10:00h – Através do LivePass

Porto Alegre – 24/10

Local: Anfiteatro Beira Rio
Data: 24/10
Valores:
Pista Premium BudZone – R$400,00
Pista Premium BudZone meia-entrada– R$200,00
Cadeira Inferior – R$420,00
Cadeira Inferior meia-entrada – R$210,00
Cadeira superior– R$230,00
Cadeira superior meia-entrada – R$115,00
Lounge – R$700,00
Lounge meia-entrada – R$350,00
Tribunas – R$520,00
Tribunas meia-entrada – R$260,00
Pre-venda: 20 de junho, 10:00h – Através do LivePass
Venda geral: 23 de junho, 10:00h- Através do LivePass

Rio de Janeiro – 27/10

Local: Jeunesse Arena
Data: 27/10
Valores:
Pista Premium BudZone – R$590,00
Pista Premium Budzone meia-entrada – R$295,00
Pista – R$290,00
Pista meia-entrada – R$145,00
Cadeira Nível 1 lateral –R$400,00
Cadeira Nível 1 lateral meia-entrada – R$200,00
Cadeira Nível 1 central –R$360,00
Cadeira Nível 1 central meia-entrada – R$180,00
Cadeira Nível 3 – R$240,00
Cadeira Nível 3 MEIA-ENTRADA –R$120,00
Camarote – R$540,00
Camarote Meia –R$270,00
Pre-venda: 19 de junho, 10:00h – Através do LivePass
Venda geral: 22 de junho, 10:00h – Através do LivePass


As vezes fico pensando se esses artistas sabem que estamos em um ano de crise política e econômica nesse país, porque olha, muita mancada com nossos bolsos todo mundo vir junto! Tivemos Ed Sheeran, temos John Mayer, Bon Jovi, Rock in Rio, estou esperando o dia que Maroon 5 vai anunciar shows em outras capitais e ainda Bruno Mars. Ah, você está aí pensando "tudo bem, Bruno Mars já esgotou e eu nem comprei"? Abriram datas extras! :D No dia 19 de novembro, no Rio de Janeiro, e 23 em São Paulo.



Aproveitem por mim, ok? Porque eu estarei no meu showzinho particular em casa alimentando meu serumaninho e ir para um show será impossível. Galera, volte daqui a dois anos, por favor! Hahahahahaha




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Informações

Todas as imagens que aparecem no site são reproduções de outros sites e o Debaixo do Guarda-Chuva não reivindica nenhum crédito para si, a não ser que especificado. Se você (ou sua empresa) possui os direitos de alguma imagem e não quer que ela apareça no Debaixo do Guarda-Chuva entre em contato e ela será removida.

Seguidores

Atenção

Debaixo do Guarda-Chuva é um site de entretenimento e lifestyle. A reprodução do conteúdo do site é permitida, com os devidos créditos. Se tiver alguma dúvida entre em contato com blogdebaixodoguardachuva@gmail.com.

Manifeste-se

Dúvidas, sugestões, reclamações, elogios, desabafos e nudes, envie e-mail para blogdebaixodoguardachuva@gmail.com

Debaixo do Guarda-Chuva Copyright © 2013 - Designer by Papo Garota,Programação Emporium Digital, Logo, Banner e Identidade Visual Studio Grazie